sábado, 2 de julho de 2016

Senhor Geraldo e o medo


Essa projeção ocorreu no final de 2015 ou início de 2016. Desde que iniciei minha caminhada espiritual rumo à expansão da consciência e ao encontro da verdade sempre tive vontade de ser útil no Astral. Isso sempre teve um retorno positivo significante pra mim, pois o mais auxiliado sempre fui eu mesmo. São inúmeras as vezes que sinto fortes vibrações me acompanhando, tanto projetado como no corpo físico.

Esse relato me traz um pouco de vergonha, pois pelo que eu me lembre não correspondi às expectativas atribuídas a mim naquela noite. Estou publicando não só como desabafo mas também como forma de ajudar quem tem o medo como pior inimigo na busca pela verdade. Após isso tive uma grande evolução quanto ao medo e como vencê-lo. Simplesmente não acabamos com o medo... o segredo está em assumir o medo e trabalhar com ele, fazendo com que a coragem e a vontade superem o medo. Faço isso diariamente.

Quando ganhei lucidez estava numa sala, que aparentava ser meio antiga, porém bem limpa, com chão de taco. Um sol alaranjado passava pela janela. Eu recebia informações que me chegavam pelo meu "ouvido astral". Avistei uma poltrona no canto da sala e a voz que me instruía me disse: "Esse é o Senhor Geraldo". Olhei para a poltrona vazia e me perguntei onde estaria a pessoa que o mentor me disse.

No mesmo instante se materializou na poltrona um homem, que estava muito debilitado.Tive a impressão que ele era recém desencarnado, precisando de ajuda e eu seria usado como doador de energia. Porém no instante que ele apareceu me assustei e isso fez com que eu voltasse ao meu corpo físico instantaneamente.

Sinceramente não sei o que aconteceu naquele amparo. Sei que muitas coisas que acontecem simplesmente somem da nossa lembrança, então espaços de tempo podem ficar vagos e esquecidos mesmo tendo acontecido algo. O que aconteceu com o Senhor Geraldo? Consegui ajudá-lo naquela noite, mesmo me assustando? 

Muita Paz e Muita Luz a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário