segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Relato de amparo - 10/10/2016


Quando ganhei certa lucidez percebi que estava em um quarto, onde havia uma mulher enferma. Percebia presenças ao meu redor porém não conseguia enxergar ninguém. A história daquela mulher me fez entender porque eu estava naquele lugar em posição em que acredito ser de amparo extrafísico.


Ela havia cometido suicídio pois o seu marido a deixou e ela estava grávida. A história foi contada como informações sendo passadas em tempo real para minha consciência sem alguém necessariamente me falar. Todo o processo do suicídio, que foi por envenenamento, passou diante dos meus olhos. Enxerguei a mulher tomando veneno diretamente de duas seringas e logo após consegui enxergar seu coração espumando.
No final foi me mostrada uma carta que ela havia deixado para o marido. Toda essa situação mexeu com meu emocional e não me lembro de nada nem antes e nem depois disso. 

Como funciona o amparo extrafísico para um projetor astral?

Pelo que sei os mentores que são exímios manipuladores de energia tem uma dificuldade em trabalhar as energias dos espíritos ditos doentes, pois os mesmos estão em faixas vibratórias diferentes e suas energias estão mais densificadas. Isso porque os mentores(em sua maioria) são espíritos já desencarnados ou ainda entidades que nunca encarnaram no planeta. Então é aí que entram os projetores astrais, pois são pessoas encarnadas que possuem energias densas equivalentes às energias dos espíritos doentes. Os mentores usam nossa energia para ajudar os irmãos doentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário